As muitas faces do S

O fato da escrita em Inglês ser bem mais baseada na linguagem oral do que o Português, que é guiado por regras, tende a dificultar a vida dos falantes da segunda na hora de aprender a pronúncia da primeira. Uma disparidade peculiar encontrada no ensino da pronúncia do Inglês tem relação com a letra s, que acaba pegando de surpresa os falantes do Português, tão acostumados às regras.

Isso porque, em Inglês, o s pode assumir o som sibilado equivalente ao ss por Português (como em soft), ch (como em sure), z (como em closet), j (como em television), e ainda ser mudo (como em island). O problema é que, como eu disse no primeiro parágrafo, não há uma regra, como no Português, para se saber a pronúncia. É preciso realmente conhecer as palavras.

E é aí que mora o inimigo, já que não é incomum presenciar professores de Inglês ensinando a pronúncia errada do idioma, seja por puro desconhecimento, ou por ser mais fácil associá-la aos sons do Português do que tentar quebrar paradigmas. É o que acontece, por exemplo, com a palavra basic, comumente ensinada como bêizic, embora sua pronúncia correta seja bêissic.

Pior ainda é quando a pronúncia depende do sentido da palavra dentro do contexto, como é o caso da palavra house. Isso porque ela pode significar, quando substantivo, casa, ou, quando verbo, abrigar, hospedar. No primeiro caso o s é surdo (ráus); no segundo, é sonoro (ráuz). Aqui também ocorre erro no ensino, pois, embora o sentido geralmente ensinado seja o primeiro, a pronúncia atrelada a ele é a segunda.

O mesmo ocorre com close, que é pronunciado clôus quando significa próximo ou parecido, e clôuz quando é verbo fechar ou terminar ou substantivo término.

O ideal é sempre estarmos em contato com a língua falada, seja em filmes, música ou programas da TV a cabo e, além disso, termos um bom dicionário, que traga a pronúncia associada à palavra, para os casos de maior emergência. E lembre-se: para sermos bons falantes é essencial que sejamos bons ouvintes.



Deixe seu comentário:




adjetivos construção continuous declinação dica diferenças future gramática Inglês interrogative irregular lista modal negative orais ordem particípio past perfect pessoais português present primeira pronome pronomes pronouns pronúncia redação regra regular relativos segunda sentido simple sufixo tempo tempos tense tenses terceira texto uso variações verb verbais verbal verbo verbos vídeo vírgula