Near Future

Se preferir, assista ao vídeo sobre assunto:

Neste post eu vou falar sobre o Near Future,  que expressa o futuro quando este já é mais concreto, já tem algo que o confirme.

Para escrever uma afirmação no Near Future, a gente começa com a pessoa da frase, coloca o invencível verbo to be no presente, escreve “going to”, e por fim o verbo principal, sem conjugação.

I am going to visit my family.
She is going to write a book.
You are going to love this movie.

Normalmente, como em todas as vezes que o verbo to be é necessário, ele vai vir abreviado:

I’m going to visit my family.
She’s going to write a book.
You’re going to love this movie.

A tradução literal da construção da primeira frase seria “eu estou indo visitar minha família”, mas a aproximação mais coerente com o nosso idioma seria a tradução “eu vou visitar minha família”.

Muito comum também, principalmente no inglês popular americano, é substituir o “going to” pelo “gonna”:

“she’s gonna write a book.”

Para fazer negações, como já vimos várias vezes antes, basta colocar o “not” depois do verbo “to be”:

I’m not going to visit my family.
She isn’t going to write a book.
You aren’t going to love this movie.

E, como também já ficou estabelecido em outros posts, para fazer perguntas, basta trocarmos a posição do verbo to be com a pessoa, e colocar o ponto de interrogação no fim da frase:

Am i going to visit my family?
Is she going to write a book?
Are you going to love this movie?

Um abraço!



Deixe seu comentário:




adjetivo adjetivos comparatives comparativos construção continuous declinação dica diferenças future gramática Inglês interrogative lista locução modal negative objeto ordem past perfect pessoais português present primeira pronome pronomes pronouns pronúncia redação relativos segunda sentido simple sufixo sujeito tempo tempos tense tenses terceira texto transitividade uso verb verbais verbal verbo verbos vídeo