Qual o problema? (Erros cotidianos) II

Seguindo a análise de erros encontrados em sites de notícia da Internet, veja agora mais três casos:


Esta chamada apresenta um problema de intenção. O verbo negar neste caso é transitivo direto e indireto, ou seja, possui dois objetos: um direto (briga) e um indireto (a Alemão).
Para uma melhor visualização da ideia apropriada, veja uma frase paralela: “Ele negou a seu filho um presente.” Ao lermos esta, fica claro que o filho queria um presente, e o pai negou.

Voltando para a chamada destacada, a construção equivocada pode levar o leitor a entender que o Alemão queria briga na boate, mas Leo não aceitou provocação.

Segundo caso:


Neste exemplo houve uma mistura de discurso direto com discuro indireto. Quem escreveu teria duas opções: escrever “Tom Cruise dispara QUE odeia Hitler e sempre quis matá-lo” (Discurso Indireto) ou “Tom Cruise dispara: ‘Odeio Hitler e sempre quis matá-lo'” (Discurso Direto).

Terceiro caso:

Mais um caso de confusão na hora de se construir a ideia. A briga de Flávio foi com a Mirla? Neste caso, não. A Mirla apenas fazia companhia enquanto ele analisava. Para uma melhor compreensão, seria recomendada a construção “No quarto Palácio de Cristal, com Mirla, Flávio analisa a discussão…”



Deixe seu comentário:




adjetivo adjetivos comparatives comparativos construção continuous declinação dica diferenças future gramática Inglês interrogative lista locução modal negative objeto ordem past perfect pessoais português present primeira pronome pronomes pronouns pronúncia redação relativos segunda sentido simple sufixo sujeito tempo tempos tense tenses terceira texto transitividade uso verb verbais verbal verbo verbos vídeo