Mitos do idioma I – Sufixos

Se preferir, assista ao vídeo sobre o assunto:


O Inglês é um idioma fácil de se aprender e essencial no mundo globalizado de hoje, por ser a língua oficial do comércio internacional. E algo que me incomoda muito é a quantidade de mitos que são criados na hora de ensiná-lo, e depois passados de boca em boca, afastando um pouco os aprendizes de seu real uso. Aproveitarei este espaço para tentar, pouco a pouco, desfazer esses mitos.

O primeiro que abordarei, devido à sua importância para o trabalho com os verbos, é o da relação dos sufixos com a terminação CVC (consoante – vogal – consoante). Volta e meia encontro alunos que foram apresentados a estes elementos com o famoso discurso “sempre que a palavra termina com CVC é preciso dobrar a última letra”. Pior é quando alguém percebe que algumas palavras não se encaixam nesta regra, e, quando indagam sobre a incoerência, recebem como resposta apenas os não menos famosos “ah, esse é exceção” ou “é assim porque é assim”.

Pois bem, vejamos o real funcionamento da relação do CVC com os sufixos. Primeiramente é preciso termos conhecimento da pronúncia de cada palavra, pois a regra do CVC está diretamente ligada à sílaba tônica. E, SIM, em Inglês também se separam as sílabas, mas este é outro mito, e será abordado mais adiante.

Vejamos então três palavras: hit, listen e begin. Ao combiná-las com o sufixo +ing, por exemplo, elas ficam hitting, listening e beginning. A primeira palavra teve o t dobrado, e a explicação é simples: ela só tem uma sílaba, ou, se preferir, é uma palavra curta. Já as outras duas possuem duas sílabas, e enquanto begin teve seu n dobrado, listen apenas recebeu o sufixo. É aí que entra a questão da tonicidade. A regra é a seguinte: palavras terminadas em CVC terão sua última consoante dobrada apenas se forem oxítonas, ou seja, se a última sílaba for tônica. Conhecendo a pronúncia das palavras, sabemos que falamos LISten e beGIN.

Sendo assim, podemos deduzir que preFER, perMIT e reGRET tem sua última consoante dobrada ao receber um sufixo, enquanto REgister, HAPpen e deVELop apenas recebem o sufixo.

Qualquer dúvida, entre em contato.



Deixe seu comentário:




adjetivo adjetivos comparatives comparativos construção continuous declinação dica diferenças future gramática Inglês interrogative lista locução língua negative objeto ordem palavra past perfect pessoais portuguesa português present primeira pronome pronomes pronouns pronúncia redação relativos segunda sentido simple sufixo sujeito tempo tense terceira texto transitividade uso verb verbal verbo verbos vogal vídeo