Preposições

As preposições servem para ligar dois termos de uma oração, com uma relação de complemento entre eles. Por exemplo: quando eu digo “espero até amanhã”, a preposição até dá a ideia de limite máximo; já quando eu digo “este poema é sobre amor”, a preposição sobre indica o assunto do poema.

A gente pode dividir as preposições em dois grupos: as Essenciais e as Acidentais.

As ESSENCIAIS são aquelas que são preposições por natureza.: a, ante, perante, após, até, com, contra, de, desde, em, entre, para, por, sem, sob, sobre, trás, atrás de, dentro de, para com.

Já as ACIDENTAIS são palavras de outras classes gramaticais que, dentro de uma oração, são usadas como preposição: como, conforme, durante, exceto, fora, mediante, salvo, segundo, senão, visto, entre outras.

Ainda podemos encontrar as Locuções Prepositivas, que são grupos de palavras que, juntos, fazem a função de uma preposição: abaixo de, acerca de, acima de, ao lado de, a respeito de, de acordo com, em cima de, embaixo de, em frente a, ao redor de, graças a, junto a, com, perto de, por causa de, por cima de, por trás de, entre outras.

Emboras as preposições sejam, por natureza, invariáveis – não se flexionam para plural ou feminino -, elas podem se unir a outras palavras e assim se flexionarem em concordância com o núcleo ao qual estão ligadas. Estas junções podem acontecer por combinação – quando não há perda de letras, como em ao e aonde,  – ou por contração – quando há perda de letras, como em da (de+a), numa (em+uma) e pelo (por + o).



Deixe seu comentário:




adjetivo adjetivos comparatives comparativos construção continuous declinação dica diferenças future gramática Inglês interrogative lista locução língua negative objeto ordem palavra past perfect pessoais portuguesa português present primeira pronome pronomes pronouns pronúncia redação relativos segunda sentido simple sufixo sujeito tempo tense terceira texto transitividade uso verb verbal verbo verbos vogal vídeo