Qual o problema? (Erros coritidianos) I

Uma característica de praticamente todo professor de Português é notar erros de uso do idioma no dia-a-dia. Não há, infelizmente, uma chave para ligar e desligar este “sensor”. Aproveitarei então este espaço também para mostrar como descuidos ou falta de revisão podem resultar em mensagens confusas, ambíguas e às vezes sem nexo algum.

Veja os exemplos abaixo:

Neste primeira imagem, retirada de um portal de notícias da Internet, o erro é simples. Como vimos em textos anteriores, não é preciso colocar vírgula quando os elementos obedecem a ordem direta. Logo, a vírgula antes do adjunto adverbial “hoje” é desnecessária.
OK, deu para entender que o 23 é a idade do suspeito. Mas, sinceramente, além da informação ser desnecessária, já que a foto mostra sua faixa etária, a idade entre vírgulas ficou totalmente deslocada, não fazendo sentido nenhum.
Essa eu sinceramente não acreditei quando li. Tudo bem que há uma tendência de aportuguesar estrangerismos, ou seja, palavras pronenientes de outra língua. Mas esta tendência só se aplica quando a palavra já está amplamente difundida. E a adaptação tentada no título ao lado ficou, no mínimo, medonha.

Eu compreendo que a Internet demanda certa velocidade na exposição das notícias. Mas, convenhamos, uma lida rápida e nenhum revisor deixaria passar tais títulos.



Deixe seu comentário:




adjetivo adjetivos comparatives comparativos construção continuous declinação dica diferenças future gramática Inglês interrogative lista locução língua negative objeto ordem palavra past perfect pessoais portuguesa português present primeira pronome pronomes pronouns pronúncia redação relativos segunda sentido simple sufixo sujeito tempo tense terceira texto transitividade uso verb verbal verbo verbos vogal vídeo