Regras de uso das Aspas

Se preferir, assista ao vídeo sobre o assunto:

Hoje eu vou explicar como e quando usar as aspas, que são sinais de pontuação usados para destacar algum elemento dentro de um texto. Elas não serão usadas simplesmente quando der vontade, embora muita gente faça isto. Existem regras de uso, motivos e objetivos pras aspas serem usadas:

– Usamos as aspas quando foros citar alguém ou transcrever outro texto dentro do nosso texto. Por exemplo:

Renato russo cantava que “é preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã”.

Como diz nosso hino: “gigante pela própria natureza”.

Aqui vale notar que, se a citação NÃO for exata, não é preciso usar as aspas, já que o texto estará apenas parafraseando outra pessoa ou outro texto.

– Outro uso pras aspas é quando se cita o nome de uma obra; pode ser uma música, um livro, um filme, uma peça de teatro. Por exemplo:

Em “O senhor dos anéis”, Tolkien retrata um mundo fantástico.

No clipe da música “Vai, malandra”, a Anitta busca retratar as favelas cariocas.

– Também usaremos aspas quando formos utilizar uma expressão de forma irônica. Por exemplo:

Esse homem é um “santo”, nunca fez nada errado.

Eu vi que foi “sem querer” que você esbarrou nele.

O mesmo vai ser feito quando se usar uma gíria, uma palavra nova, um neologismo, ou muito antiga, um arcaísmo. Por exemplo:

Ele disse que aquela “quebrada” ia ser “da hora”.

Ela disse que era imexível.

Dominando estas regras, você dificilmente vai errar o uso das aspas.

Ainda existe o recurso das aspas simples, que serão usadas para destacar algo que já está dentro de um texto em aspas. Quando um texto citado contiver aspas dentro, as de dentro serão simples. Por exemplo:

Foi você que disse: “eu não aguento essa sua ‘certeza absoluta’.”

Outra coisa que precisamos prestar atenção é em como pontuar as frases que estão entre aspas. Quando a frase terminar dentro das aspas, o ponto vai dentro; se ela não terminar, o ponto vai fora. Por exemplo:

Foi então que ela disse: “eu te amo.”

Nem todo mundo entende o significado de “ouviram do ipiranga”.

Deu pra entender?

Vale lembrar que essas são regras pra norma culta, para textos formais.



Deixe seu comentário:




adjetivo adjetivos comparatives comparativos construção continuous declinação dica diferenças future gramática Inglês interrogative lista locução língua negative objeto ordem palavra past perfect pessoais portuguesa português present primeira pronome pronomes pronouns pronúncia redação relativos segunda sentido simple sufixo sujeito tempo tense terceira texto transitividade uso verb verbal verbo verbos vogal vídeo