Superlatives

Continuando a série sobre como fazer comparações em inglês, a gente hoje vai ver como comparar um elemento com o todo, destacando como “o mais” ou “o menos” algo. A isso em Inglês damos o nome de Superlative.

 

Vamos começar falando sobre a Superioridade. Assim como nos Comparatives, a gente precisa dividir as características em dois grupos: as curtas – compostas por uma só sílaba, ou por duas sílabas, desde que terminado em “y” – e as longas – que são aquelas com duas ou mais sílabas.

Não sabe como contar as sílabas em Inglês!? Aprenda aqui!

 

Características Curtas

A primeira coisa que a gente precisa saber é montar a característica comparativa, que, neste caso, precisa obedecer a três regras:

1. Se o adjetivo terminar em consoante+y, como “happy” ou “funny”, a gente vai tirar o “y” antes de colocar o sufixo “iest”. (happiest, funniest)

2. Se o adjetivo terminar em “e”, como “safe”, a gente acrescenta só o “st”. (safest)

3. Para todos os outros adjetivos, a gente coloca o sufixo “est”. (strong = strongest; tall = tallest)

Esta última regra ainda obedece à regra do CVC, que também já foi explicada aqui. Por isto, o adjetivo “hot” ganha um segundo “t” antes do “est”. (hottest)

Nestas frases, o sufixo “est” – e suas variações – vai fazer a função de “mais”.

 

Características Longas

A principal diferença para as curtas é que as longas não receberão os sufixos da regra do “est”. Ao invés disto, vamos usar o “the most” antes da característica, numa construção bem parecida com o português.

– mais inteligente = the most intelligent
– mais importante = the most important

 

Construção

Tendo montado a expressão comparativa, passamos à construção da frase, que vai obedecer à seguinte estrutura:

Elemento 1 + verbo + expressão comparativa + complemento geral

Por exemplo: se eu quiser dizer “eu sou a pessoa mais alta da família”, eu tenho o elemento eu, ou “I”, o adjetivo “tall (alto/a/s)”, que, por ser curto e terminar com L, vai receber o sufixo “est”, e o complemento geral “person in the family” (pessoa da família).

Então a frase vai ficar “I’m the tallest person in the family”.

Agora vejamos um exemplo com característica longa: se eu quiser dizer “fact são as informações mais importantes”, eu tenho “facts”, o adjetivo “important” e o complemento “information“.

Então a frase vai ficar “Facts are the most important informations”.

 

*Adjetivos Irregulares

Assim como nos Comparatives, existem adjetivos irregulares, que não vão obedecer a nenhuma dessas regras. Ao invés disso, eles vão ter formas próprias.

Da mesma forma que no nosso idioma temos “maior” ao invés de “mais grande” e “melhor” ao invés de “mais bom”, no inglês teremos a lista abaixo:

bad > worst
far > farthest (distância); furthest (jornada)
good > best
ill > worst
late > latest (recente), last (último/a/s)
little (quantidade) > least
many > most
much > most
old > oldest (geral); eldest (membro da família)
well (saúde) > best

 

Já para falar de Superlativos de Inferioridade, obedeceremos exatamente a mesma construção da Superioridade com características longas, mas trocaremos “the most” (o/a/s mais) por “the least” (o/a/s menos).

Então a frase “Eu sou a pessoa menos nervosa da sala” ficaria “I’m the least nervous person in the room”.

Tranquilinho, não é mesmo!?

Aprenda sobre os COMPARATIVOS DE INFERIORIDADE!
Aprenda sobre os COMPARATIVOS DE SUPERIORIDADE!
Aprenda sobre os COMPARATIVOS DE IGUALDADE!



Deixe seu comentário:




adjetivo adjetivos comparatives comparativos construção continuous declinação dica diferenças future gramática Inglês interrogative lista locução modal negative objeto ordem past perfect pessoais português present primeira pronome pronomes pronouns pronúncia redação relativos segunda sentido simple sufixo sujeito tempo tempos tense tenses terceira texto transitividade uso verb verbais verbal verbo verbos vídeo